Sobre a Transição Planetária – por Diogo Beltrame.

planetas3

 ” Aquilo que vem sendo chamado de nova era não é algo conclusivo ou algum tipo de salvação externa. Não se trata de algo à parte da humanidade e não existe nenhuma garantia que essa mesma humanidade será salva dos seus egos que criam todos os problemas do mundo.

O planeta entrou em uma nova era, em um novo ciclo. É isso que denominamos como transição planetária. Esse planeta está passando por um processo de ascensão por estar adentrando em dimensões mais sutis no que diz respeito a sua vibração eletromagnética, contudo é extremamente importante compreender que tudo está sendo criado a cada momento e que a matéria toma forma de acordo com a vontade coletiva.

Essa transição planetária é composta por um apoio energético que traz para o consciente aquilo que está no inconsciente através das situações externas que espelham a escuridão que existe dentro de cada indivíduo. É nesse momento que a decisão de aceitar o que está dentro de si e trabalhar no sentido de transcender essa sombra criada pelo medo é tomada ou não. Ninguém está sendo forçado a nada e cada indivíduo, seguindo o seu livre arbítrio, está tomando a sua decisão a partir das escolhas comportamentais que está tendo diante daquilo que está se manifestando em suas mentes e consequente materialização no mundo físico. A ação divina que está acontecendo neste exato momento é essa, nada mais que isso. A opção de escolher entre o amor e o medo está para todos, pois todos estão sendo impactados por essa energia constituída por partículas de fótons que trazem em seu núcleo subatômico as in-formações da verdade. Qualquer outra informação com dizeres otimistas que afirmam estar tudo dentro dos planos mais elevados, e que em breve a humanidade experimentará o paraíso, não passam de meras distrações criadas pelas forças contrárias à da luz para confundir até mesmo aqueles que se consideram despertos.

O mundo e as experiências individuais foram construídas sobre as premissas do medo, e a partir disto ocorreu a distorção da realidade pelo fato dela estar camuflada por esse mesmo medo. Uma pessoa com medo passa a agir motivada por ele, portanto cria a sua realidade tendo como base o terrorismo mental e o único objetivo de se defender. Essa é a causa de todos os problemas do mundo e de toda infelicidade tão comum na vida cotidiana das pessoas. Esse tipo de comportamento se desdobra em diversas formas de manifestações e todas conduzem ao sofrimento.

Mas, em última instância, o medo é uma ilusão que ganhou significado, portanto cabe a cada indivíduo entrar em contato com os seus medos e descobrir através deste enfrentamento que tudo isso não é real. Todo medo é uma projeção da mente e somente compreendendo isto é que a pessoa deixa de dar significado à ele.

Continua….

Diogo Beltrame.”

Original: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1193658290756007&set=a.265068226948356.57750.100003355422662&type=3&theater

* Respeite os créditos do autor ao compartilhar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *