Arquivo da categoria: Para Refletir

Que caiam as Máscaras!

mascaras

Que caiam as máscaras!

Que tudo seja revelado e que assim, tudo se alinhe!

Pois é nossa vibração que determinará claramente nossas escolhas, companhias e comportamentos!

Bem vindo à Era Cristalina onde nada mais ficará escondido!

E você, está preparado para também ser desnudado e revelado?

O que te move? Teu ego, vaidade, necessidade de poder; ou tua Luz e tua essência de puro Amor?

Hora da verdade! #ficaadica🙌🙌👽👽

Cacilda Alves.

Metamorfose

Como posso me sentir tão separado, quando na verdade eu sou um coletivo?

Como posso me sentir tão indigno se eu sou uma parte de Deus?

Como posso me sentir tão incapaz, se no meu coração está o criador?

Como posso me sentir tão feio quando o divino está em mim?

Como posso me sentir tão sozinho quando os anjos me cercam?

Como posso me sentir tão insignificante quando eu causo a expansão do Universo?

Como posso me sentir tão estranho se eu sou a perfeição final?

Como posso me sentir tão longe de casa no planeta onde nasci?

Como posso sentir falta da família com os pais e irmãos do meu lado?

Como posso desejar amor quando a palavra é dita para mim constantemente?

Como pode o sol nascente ser o meu pai, e a terra debaixo dos meus pés ser a minha mãe?

Como pode uma estrela cadente ser tão mágico?

Como pode o vento ser o meu conforto, e a chuva minha purificação?

Como a Lua pode ser meus ciclos?

Como pode a chama de uma vela falar comigo, ou um riacho murmurante cantar o meu nome?

Como pode o coração da terra bater com o meu, e a brisa doce cantar-me uma canção de ninar?

Pois quem sou eu, uma parte do todo?
O sangue nas minhas veias tem suas origens nas estrelas, e o Universo é a minha casa.
Os planetas são meus irmãos e a galáxia é onde moramos.
Nós rodamos juntos na dança sagrada, todos são um e um são todos, e a dança continua.

E à medida que voamos através da vastidão do espaço, a escuridão é o nosso abraço.
E nós somos estrelas, nossa luz brilha de dentro.
Nós sempre fomos e sempre seremos,.. na dança interminável.
E ainda assim,.. como isso pode ser?

Angel (texto postado no face)